Aumento nos valores do Bolsa Família deve acontecer

O Bolsa Família é um programa social do Governo Federal, e foi criado com o único intuito de amenizar e se, possível, acabar com a pobreza no país. O Bolsa Família nada mais é do que uma renda extra mensal financiada pelos cofres públicos federais que é direcionada às famílias de baixa renda. Muitas pessoas se perguntam se houve Aumento Bolsa Família 2021 e qual é o novo valor.

É muito importante saber como funciona todo o processo do benefício, quais são as exigências e qual o valor pago pelo governo federal para as famílias de baixa renda e em situação de extrema pobreza. Para conseguir todas essas informações, continue a leitura do artigo logo abaixo e não deixe nenhuma informação importante passar despercebida por você!

Bolsa família quem tem direito

Uma das maiores dúvidas das pessoas interessadas em participar do benefício é saber, primeiro, quem possui direito ao bolsa família 2021. Por se tratar de um programa social do Governo sob forma assistencial, só tem direito ao benefício a família que atende todos os critérios pré-estabelecidos pelo programa. Um desses critérios é ser de baixa renda, nos termos exigidos pelo governo.

Quando o valor per capita é inferior a R$85,00 (oitenta e cinco reais) a divisão da renda é total pelo número total de membros de um mesmo núcleo familiar; a família é considerada em condição de extrema pobreza. Quando o valor varia entre R$85,00 (oitenta e cinco reais) e R$170 (cento e setenta reais), a família está em condição de pobreza. São esses dois grupos têm direito ao bolsa família.

As famílias do segundo grupo, para que possam receber o valor do bolsa família, precisam cumprir as exigências do governo. Uma dessas exigências é que os filhos frequentem a escola regularmente, tendo de somar mais de 85% de presença.

Aumento Bolsa Família 2021

O Governo Federal é o grande responsável por efetuar o pagamento do Bolsa Família para as famílias participantes do programa. Por meio do valor do benefício disponibilizado pelo Governo que é possível

garantir uma vida melhor para as famílias carentes.

Infelizmente, até o momento não há informações atualizadas sobre o Aumento Bolsa Família 2021, por conta disso não sabemos ao certo quanto será o reajuste do valor do benefício. Mais abaixo você poderá conferir qual é a divisão feita nesse benefício e os valores que cada família recebe, ressaltando que esses valores são referentes ao ano de 2018, confira a seguir:

01.Benefício básico: Esse benefício é pago as famílias que estão em situações de pobreza extrema, cuja renda per capita seja de até R$ 85,00 (oitenta e cinco reais) O benefício pago a essas famílias é de também R$ 85,00 (oitenta e cinco reais) mensais;

02. Benefício variável: É a renda paga para cada família pode variar, podendo acumular até 5 benefícios no valor de R$ 39,00 (trinta e nove reais) cada um deles, ou seja R$ 195,00 (cento e noventa e cinco reais) por mês. O benefício variável é destinado as famílias extremamente pobres ou pobres, que tenham em seu núcleo familiar, gestantes, nutrizes, crianças ou adolescentes.

03. Benefício variável jovem: Possui como característica, pagar exclusivamente as famílias pobres que possuem em seu núcleo familiar, jovens com idade entre 16 e 17 anos. O valor mensal pago a essas famílias é de R$ 46,00 (quarenta e seis reais), podendo acumular até 2 benefícios por mês ou R$ 92,00 (noventa e dois reais);

04. Benefício para superação da extrema pobreza: Benefício pago às famílias que se enquadrem em situações de extrema pobreza. O valor estipulado de pagamento vai depender da renda familiar.

Famílias cadastradas em condição de extrema pobreza poderão cumular todos os benefícios, podendo chegar a receber até R$ 372,00 por mês. Veja quando você vai receber no calendário de pagamentos Bolsa Família.

O programa bolsa família foi criado com o intuito de reduzir ou até mesmo acabar com a pobreza em nosso país. Atualmente milhares de grupos familiares vivem em estado de pobreza ou extrema pobreza, recebendo bem menos do que é necessário para uma vida digna. Pensando nisso, o governo as ajuda com um pequeno valor mensal.

Como são muitos os beneficiários, o governo estabeleceu o calendário do programa, para que cada grupo receba em uma data específica. Essa estratégia é importante, pois evita aglomerações de pessoas nos órgãos públicos e agiliza todos o processo para o saque. Além disso, ajuda o governo, que pode pagar cada grupo em uma data e não todos de uma única vez.

Bolsa família calendário

Nesse sentido, esta tabela serve para orientar as famílias acerca da data correta para fazer o saque dos valores. Todos os meses essa data pode mudar e, para saber qual será o dia certo, o chefe da família pode olhar o calendário. Todos os anos o calendário muda, por isso é importante ficar atento.

Uma dica bem legal é pegar o calendário e anotar apenas as datas referentes ao seu benefício. Dessa forma você conseguirá consultar sempre que precisar, em uma agenda ou caderno, para não perder a data de realizar o saque. Gostou do artigo? Deixe o seu comentário logo abaixo!

Como Requerer o Auxílio Doença? Veja Como Funciona?

Você sabia que quem exerce suas funções com a carteira de trabalho assinada dispõe de vários direitos previdenciários? Estes direitos asseguram que o trabalhador tenha alguma estabilidade financeira e de saúde em casos excepcionais que possam vir a acontecer. O auxilio doença, por exemplo, é um benefício que pode estar ao seu alcance.

Nem todo mundo está ciente do procedimento necessário. Você sabe como funciona e quando você pode solicitar o auxílio? Se você quer entender um pouco mais sobre o assunto e saber como requerer o auxílio doença, veja a seguir como funciona o procedimento:

Através do MEU INSS você também pode ter informações e até mesmo solicitar benefícios.

O que é o auxílio doença?

Este benefício é concedido para os trabalhadores que estiverem em situação temporária de incapacidade para realizar suas funções regulares. Para assegurar o auxílio, é preciso que o colaborador comprove através de perícia médica a invalidez momentânea. É a perícia que irá julgar a gravidade da situação e quanto tempo será necessário o recebimento do auxílio.

Mas atenção! O auxilio doença não é igual ao benefício assistencial. Muitas pessoas acabam confundindo os dois, mas a diferença é que para receber o benefício assistencial, o cidadão deve ter deficiência de natureza física, mental, intelectual ou sensorial.

Se você ainda tem alguma dúvida e quer entender mais sobre os procedimentos previdenciários, confira a tabela INSS 2021 e saiba tudo sobre os benefícios e reajustes para esse ano!

Como requerer o benefício?

Para realizar o requerimento do benefício, o assegurado deve adquirir um formulário de afastamento por parte da empresa e um laudo médico para comprovar a condição. Depois, é necessário agendar uma perícia médica. O agendamento pode ser feito direto na Previdência Social ou pelo telefone 135.

Se aprovado pela perícia do INSS, você poderá obter um laudo médico comprovando a sua situação. É preciso que o período de afastamento do serviço por parte do empregado seja superior a 15 dias e que todos os documentos sejam levados no dia que você agendar para receber atendimento.

Outro requisito necessário é que o empregado tenha, no mínimo, 12 meses de contribuição junto a Previdência Social. Apenas a perícia do INSS poderá garantir que o benefício será concedido, por isso, é importante estar portando todos os documentos necessários e responder corretamente as perguntas que forem feitas na perícia.

Agende o seu atendimento o mais breve possível para que o resultado do seu laudo possa ser condizer com a sua situação. O auxilio doença é direito de todo trabalhador brasileiro contribuinte do INSS.

Conheça os cidadãos que precisam fazer a declaração do IR

Os cidadãos que precisam fazer a declaração Imposto de Renda 2021 devem ficar atentos a todas as informações que devem ser preenchidas no momento dessa declaração. Veja como fazer a declaração Imposto de Renda 2021 e fuja da Malha Fina.

Declaração Imposto de Renda 2021

O Governo Federal é o órgão que determina qual o valor mínimo de rendimentos que um cidadão deve ganhar para se tornar obrigado a declarar esse imposto.

Esses valores são publicados em uma tabela que deve ser consultada pelo cidadão quando for fazer essa declaração. É muito simples de entender: se você tem rendimentos acima dos valores estipulados, você deve fazer essa declaração.

Quem deve fazer a declaração Imposto de Renda 2021?

Por enquanto, a Receita Federal não informou quem deve fazer a declaração Imposto de Renda 2021, mas essas informações serão divulgadas em breve.

Enquanto esses valores não são divulgados, você pode acompanhar as informações referentes a 2018.

Veja a seguir:

  • Contribuintes com rendimentos não tributáveis, isentos ou tributados diretamente na fonte com valor superior a R$ 40 mil no ano de 2017;
  • Contribuintes que obtiveram em qualquer mês de 2017 um ganho de capital com alienação de direitos ou bens, sujeito à incidência do imposto ou que tenham realizado operações na bolsa de valores, de futuros, de mercadorias ou assemelhadas;
  • Contribuintes que tiveram receita bruta acima de R$ 142.798,50;
  • Contribuintes que tenham adquirido até 31/12/2017 uma receita bruta superior a R$ 142.798,50 em atividades consideradas rurais;
  • Contribuintes que tenham obtido a posse de bens ou direitos até 31/12/2017 de valor superior a R$ 300 mil.

Os contribuintes que optarem por fazer a declaração simplificada não terão direito às deduções oferecidas pela legislação tributária referente às despesas com saúde e educação.

Porém, terão direito a uma dedução de 20% do valor dos rendimentos considerados tributáveis. Esse valor é limitado a R$ 16.754,34.

Como fazer a declaração IR 2021?

Tem pessoas que até tremem quando ouvem que precisarão fazer a declaração Imposto de Renda 2021, mas não é tão complicado assim como muitos dizem.

Essa declaração deve ser feita única e exclusivamente pela internet. O processo é rápido, mas a dica que nós damos é de que você não deixe para fazer tudo em cima da hora, pois o sistema pode ficar instável.

O sistema ainda não está disponível para receber as declarações referentes a 2021. Por enquanto, você pode apenas acompanhar as informações para aprender melhor como fazer esse processo.

Seguindo essas informações que reunimos, você vai conseguir fazer a sua declaração sem nenhum problema. Acompanhe e veja como é fácil.

3 maneiras para fazer a sua declaração

Segundo o Fisco e a Receita Federal, existem 3 maneiras para você fazer a sua declaração Imposto de Renda 2021.

Conheça a seguir quais são elas:

Computador

Você pode fazer a declaração do modo mais utilizado pelos contribuintes, ou seja, utilizando um computador.

Nesse computador você deverá baixar o PGD ou Programa Gerador da Declaração IRPF 2021.

Para baixar o programa, siga essas informações:

  • Acesse esse site e faça o download do programa;
  • Clique na opção IRPF 2021 quando estiver disponível;
  • Em seguida, clique na opção “Download do programa”;
  • Faça a escolha de onde será feita essa declaração, se é por computador, dispositivo móvel ou certificado digital.

Dispositivo móveis

Com o avanço da tecnologia, você consegue fazer a sua declaração utilizando alguns dispositivos móveis, como celulares e tablets.

Basta fazer o download do aplicativo “Meu Imposto de Renda”, disponível na Google Play ou na App Store.

Certificado digital

Essa é uma das formas menos utilizada pelos cidadãos, mas também encontra-se disponível, caso tenha interesse.

Nesta opção, você deverá utilizar o seu computador e acessar o serviço “Meu Imposto de Renda”, disponível exclusivamente no Centro Virtual de Atendimento conhecido também como e-CAC.

Para esse serviço, é necessário utilizar o Certificado Digital.

Detran Minas Gerais divulga informações sobre veículos do estado

Nem sempre encontramos facilmente informações sobre nosso veículo. Na maioria das vezes, temos que enfrentar filas nos postos de atendimento para obter informações. Pensando em facilitar para você que é proprietário de veículo e mora em Minas Gerais, conheça o Detran MG Consultas. Sem burocracia, simples e gratuito, você acessa o Detran MG Consultas até pelo seu smartphone, confira!

DETRAN MG CONSULTAS

Neste post você encontrará passo a passo para obter todos as informações que você procura sobre seu veículo. Tenha acesso às informações do seu IPVA, seguro DPVAT e licenciamento Minas Gerais através do Detran do Estado.

Chega de filas, perca de tempo e filas, consulte todos os serviços disponibilizados pelo Detran MG, através da página online. Você pode acessar em uns computados, tablet ou smartphone, tudo para garantir que você acesse os serviços sem problema algum.

IPVA – DETRAN MG CONSULTAS

Um imposto cobrado anualmente em todos os estados do país, incluindo Minas Gerais, é obrigatório e deve ser pago por

todos os proprietários de veículos, sejam automóveis, ônibus, caminhões, motocicletas, tratores, jet-skis, barcos, lanchas, aviões de esporte e lazer.

O IPVA é calculado e cobrado pela Secretaria da Fazenda de cada estado. Para consultar seu IPVA, clique na imagem a seguir.

Abrirá uma página conforme mostra na imagem, e você deverá preencher com a placa do seu veículo e o RENAVAM. Ao clicar em “consultar”, você terá acesse à todas informações do seu veículo, bem como ao seu IPVA.

Consulte o calendário de pagamento do IPVA e a data de validade do último documento válido:

Mesmo sendo a tabela do ano de 2016, você pode se basear nela para o ano seguinte e se programar para a chegada do seu IPVA

LICENCIAMENTO – DETRAN MG CONSULTAS

CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) é um documento de porte obrigatório e será enviado para o endereço do proprietário cadastrado no Detran/MG. Por isso é muito importante manter atualizado seu endereço. Veja aqui http://www.detran.mg.gov.br/conteudo/1237/alteracao-de-endereco-residencial como fazer a alteração do endereço residencial.

O prazo para entrega no endereço informado ao Detran é de até 15 dias úteis após a confirmação do pagamento.

Verifique a situação do seu veículo a página de Consulta de Veículos. Lá você confere a situação do seu licenciamento, encontra o link para os bancos conveniados e, também, um link para os Correios, onde é possível acompanhar a localização do seu documento, caso já tenha sido impresso.

DPVAT – DETRAN MG CONSULTAS

É o seguro obrigatório utilizado para indenizar vítimas de acidentes de trânsito no Brasil, administrado por um consórcio de seguradoras denominado Seguradora Líder. O DPVAT é um seguro pago junto com o IPVA e tem a função de indenização às vítimas em caso de acidentes de trânsito, sejam elas motoristas, passageiros ou pedestres.

As indenizações pagas pelas seguradoras são posteriormente ressarcidas pelo proprietário do veículo causador do acidente. Se esse veículo não estiver em dia com o seguro, o proprietário, se acidentado, também perde o direito ao DPVAT. Esse seguro não cobre danos materiais.

Para consultar o calendário de pagamento do seu Seguro DPVAT, clique na imagem a seguir.

Nesta página que abrirá, você também encontrará informações de como pedir indenização, como pagar e também acompanhar o seu processo de pedido de indenização.

ATENDIMENTO – DETRAN MG CONSULTAS

Atendimento ao Público – Disque-Detran:

  • 0800-510-3311 (ligações gratuitas de dentro do Estado do MG)
  • (51) 3288-2000 (ligações fora do Estado do MG e de celular)

Saiba como consultar o saldo do INSS Online

Consulta INSS 2021 – Uma das maiores autarquias do Brasil, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) tem como objetivo resolver todos os assuntos que englobam a providência social, saúde e assistência social. O pagamento do INSS poderá ser realizado em mais de 1500 agências credenciadas por todo o País.

Mas, após verificar a tabela INSS 2021 de pagamento e o calendário, você ainda poderá conferir também o valor do INSS que será pago. A consulta permite você descobrir qual é este valor. Entre todas as ferramentas presentes no site para diversas consultas, o extrato de consulta INSS online é um deles.

Consulta INSS 2021

A consulta do INSS pela internet poderá ser feito seguindo os passos abaixo:

  1. Acesse o site do INSS www.previdencia.gov.br;
  2. Nome do benefício;
  3. Data de Nascimento;
  4. Nome do Beneficiário;
  5. Número do CPF;
  6. Digite os caracteres no campo ao lado;

Através da consulta INSS 2021 o beneficiado poderá acompanhar a sua situação junto a previdência mensalmente. Saber quais foram os pagamentos realizados e se há algum benefício a ser pago ainda. Além disso, no site é possível tirar todas as dúvidas e entrar em contato casa deseja realizar alguma reclamação.

Aqui é importante informar o número do benefício, sem pontos ou barra. A data de nascimento do beneficiado, contendo quadro algarismo no ano, por exemplo, 02/06/1982. Além disso, é necessário informar também o nome do beneficiado e o número do CPF. É importante que para realizar a consulta INSS, todos os dados sejam informados de forma correta e verídica para que a mesma possa ocorrer de forma correta.

Extrato INSS 2021

O Extrato INSS 2021 que poderá ser visualizado ou impresso, conforme a preferência do beneficiado, você também poderá encontrar diversas informações sobre outros benefícios INSS, como o calendário de pagamento e a tabela que mostra como são realizados os cálculos.

Consulta INSS 2021

O extrato do INSS 2021 também poderá ser realizado nas agências credenciadas da Providência, como as agências da Caixa Econômica Federal, por exemplo. Nos terminais de autoatendimento, o beneficiado precisa procurar um atendente e ao informar que deseja consultar o extrato de pagamento, é preciso ter em mãos o número do benefício e documentos pessoais, principalmente o CPF.

Nos próximos meses o MEC divulgará aos candidatos do Enem o edital

Nos próximos meses o MEC – Ministério da Educação e o INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira divulgarão aos candidatos o Edital Enem 2021.

Neste artigo os estudantes interessados em participar do exame poderão conferir informações e novidades sobre o Exame Nacional do Ensino Médio, como regras, datas de inscrições, provas e resultados e como obter isenção do pagamento da taxa de inscrição do exame.

O Enem, aplicado pela primeira vez em 1998, inicialmente tinha o simples objetivo de avaliar a qualidade do ensino médio da rede pública no país.

Porém, nos últimos anos, com a criação do Novo Enem, o exame passou a ter um papel ainda mais fundamental na vida dos estudantes.

Atualmente, através da nota obtida no Enem é possível se inscrever no Prouni – Programa Universidade Para Todos, Sisu – Sistema de Seleção Unificada, concorrer a bolsas no exterior pelo Programa Ciência Sem Fronteiras, obter financiamento estudantil através do Fies e até mesmo obter a Certificação de Conclusão do Ensino Médio.

Justamente por contarem com tantas oportunidades que os estudantes buscam com antecedência por novidades e informações sobre o exame, principalmente sobre inscrições e Edital Enem 2021.

Inscrições e Edital Enem 2021

O Edital Enem 2021 que estabelecerá todas as regras e datas do exame. Sua divulgação deve ocorrer já no início de abril, já que as Inscrições Enem 2021 devem estar disponíveis a partir da metade do mês de maio, se estendendo até o início de junho.

Até o momento a única mudança aguardada para o Enem 2021, mas ainda não confirmada, é a respeito da aplicação digital da prova.

O Ministro da Educação, Cid Gomes, revelou recentemente que pretende transformar o exame em uma versão online. Por enquanto, porém, nada passa de especulações.

Os estudantes precisarão acessar a página para efetuar a inscrição. Será cobrada uma taxa de R$ 35,00, mas de acordo com o edital alguns estudantes serão automaticamente isentos deste pagamento e outros poderão solicitar isenção através da declaração de carência (Veja Isenção no Enem 2021).

As provas devem ser aplicadas em novembro e os gabaritos serão divulgados em até três dias após a aplicação do exame.

O resultado Enem 2021, porém, será divulgado somente entre a metade de dezembro e o início de janeiro do ano seguinte, quando os estudantes poderão começar a utilizar suas notas nos programas do Governo Federal.

Em breve traremos mais novidades sobre o Enem 2021. Aguardem!

Proprietários de veículos do Rio de Janeiro devem programar o pagamento de impostos

Cidadãos que moram no Rio de Janeiro e que sejam proprietários de veículos automotores devem se programar para realizar o pagamento do IPVA 2021 RJ. Existem alguns casos especiais em que ocorre a isenção do pagamento do IPVA 2021.

Como nós dissemos, existem alguns veículos que recebem a isenção do pagamento do IPVA 2021 RJ, ou seja, não são obrigados a pagar por esse imposto para poderem circular. Veja se você está inserido em algum desses casos:

Isenção do IPVA RJ

Como nós dissemos, existem alguns veículos que recebem a isenção do pagamento do IPVA 2021 RJ, ou seja, não são obrigados a pagar por esse imposto para poderem circular.

Veja se você está inserido em algum desses casos:

  • Veículos utilizados para o transporte de passageiros mediante cobrança como o táxi;
  • Ônibus utilizados para o transporte urbano ou rodoviário de passageiros;
  • Veículos adaptados para o transporte de pessoas com deficiência física ou autistas;
  • Veículos utilizados para socorrer pessoas doentes ou acidentadas (nesta categoria estão inclusos as ambulâncias e os resgates);
  • Situações em que o veículo sofreu perda total por sinistro ou furto;
  • Veículos que pertençam exclusivamente ao Distrito Federal, Estados, Autarquias e União e Municípios;
  • Veículos pertencentes aos templos religiosos de qualquer crença;
  • Veículos de partidos políticos;
  • Veículos como ônibus e micro-ônibus que são utilizados para o transporte escolar ou turístico e que sejam cadastrados nos órgãos competentes;
  • Veículos que pertençam às instituições sociais ou educacionais sem fins lucrativos;
  • Tratores e outros veículos utilizados em serviços de terraplanagem;
  • Todos os veículos que tenham sido fabricados há mais de 15 anos;
  • Veículos utilizados pelos bombeiros no combate a incêndio.

Consulta e Emissão da Guia de Pagamento

Não fique preocupado caso tenha perdido a sua guia de pagamento, ela poderá ser emitida pela internet quando você precisar, basta apenas seguir alguns passos. Veja abaixo quais são eles:

  • Acesse essa página;
  • Clique na opção “IPVA”;
  • Em seguida, digite o número do RENAVAM e da placa do seu veículo.

Depois que você emitiu a sua guia de pagamento, é necessário pagá-la em qualquer banco conveniado ou seus correspondentes bancários. Veja quais são:

  • Banco do Brasil
  • Caixa Econômica Federal
  • Bancoob
  • Itaú
  • Banco da Amazônia
  • Bradesco

Valor e Calendário de Pagamento

O valor do IPVA 2021 RJ é determinado por dois fatores: o valor venal do veículo e a alíquota (porcentagem) determinada pelo estado.

Veja quais foram as alíquotas em 2021:

  • 1,25%: veículos terrestres que transportam passageiros ou cargas como caminhões, tratores, ônibus, micro-ônibus e cavalos mecânicos;
  • 2%: veículos aquáticos e aéreos;
  • 2,5%: veículos, camionetas e motocicletas com motor de até 100 HP;
  • 3%: veículos, camionetas e motocicletas com motor de mais de 100 HP.

Assim que as alíquotas de 2020 forem divulgadas, atualizaremos essa matéria.

O calendário do IPVA do Rio de Janeiro para 2021 ainda não foi divulgado também, mas você poderá conferir o do ano de 2021 logo abaixo.

Em 2018, quem pagou em parcela única teve 10% de desconto. Quem optou pelo parcelamento pode dividir em até 4x e não teve desconto.

Na próxima segunda-feira abono salarial já será disponibilizado para uma parcela da população

Falamos sempre por aqui sobre os benefícios que a internet nos proporciona, um deles é o PIS 2021. Seja de imprimir a segunda via de um documento, comprovante de deposito. Enfim, seja lá o que for.

Consultar o saldo do PIS pela internet é um dos serviços que está disponível na internet e de maneira simples e rápida em alguns minutos o cidadão pode saber direto na tela do seu computador o saldo disponível em sua conta do PIS bem como o calendário do PIS 2021 através de uma simples consulta.

  • Acesse o endereço do site da caixa caixa.gov.br
  • Ao acessar o link acima note que você direcionado a uma página com um formulário em branco. Nele você precisará inserir algumas informações pessoais.
  • Número do NIS (PIS/PASEP)
  • Senha Internet
  • Código de Verificação.

Esse código é fornecido automaticamente na imagem que fica ao lado da caixa. Repita os dados de acordo com a imagem respeitando os caracteres em maiúsculo e minúsculo. Viu só, como é simples fácil e muito rápido consultar PIS pela internet. Não só estes, mas diversos serviços de utilidade estão disponíveis na internet. Basta ler atenciosamente e seguir os passos indicados aqui.

Alteração em recebimento de benefícios para o trabalhador

Se você chegou até aqui, provavelmente está em busca da Tabela Seguro Desemprego 2021. Se você está em busca dessa tabela, provavelmente sabe que, recentemente, houve alterações para o recebimento desse benefício. A nova lei não afeta diretamente a Tabela Seguro Desemprego 2021, mas os trabalhadores devem ficar atentos.

Tabela Seguro Desemprego 2021

O Seguro Desemprego é uma assistência que visa beneficiar temporariamente todos os trabalhadores desempregados. Ele é considerado um dos direitos mais importantes do trabalhador brasileiro já que oferece auxílio em dinheiro por determinado período. Esse benefício é pago de 3 a 5 parcelas contínua ou alternadamente.

Através da Tabela Seguro Desemprego 2021, você pode calcular o valor do seu benefício de acordo com a sua faixa salarial.

Antes de falar sobre a Tabela Seguro Desemprego 2021, vamos abordar alguns outros aspectos importantes sobre o benefício: as mudanças na lei, quem tem direito a ele e como receber.

Tabela Seguro Desemprego 2021: Mudanças na Lei

Recentes mudanças na Lei do Seguro Desemprego determinaram um novo tempo mínimo de permanência no emprego para garantir o direito de receber o benefício.

Antes, para receber o benefício, o trabalhador tinha que trabalhar pelo menos por 6 meses no mesmo local. Agora, esse tempo mínimo subiu para 18 meses, ou seja, 1 ano e meio. Isso vale para a primeira solicitação. Já na segunda, o tempo mínimo cai para 12 meses, ou seja, 1 ano. Na terceira, cai para 6 meses.

Tabela Seguro Desemprego 2021: Quem Pode Receber?

Confira, na lista a seguir, quem tem direito a receber o Seguro Desemprego:

Trabalhadores formais e domésticos dispensados de seus postos sem justa causa

Trabalhadores formais que tenham seu contrato de trabalho suspenso para participar de cursos ou programas de qualificação profissional oferecidos pelo seu empregador

Pescadores profissionais em período de defeso (quando a pesca é proibida)

Trabalhadores resgatados da condição de escravidão

Tabela Seguro Desemprego 2021: Condições Para Recebimento

Se você quer conferir outras informações sobre as condições para recebimento do Seguro Desemprego, pode consultar esse arquivo disponibilizado pela Caixa Econômica Federal.

Nesse arquivo, você pode conhecer todas as condições com mais detalhes.

Tabela Seguro Desemprego 2021: Como Receber?

Receber o Seguro Desemprego é muito fácil. Você pode ter acesso ao seu benefício em apenas 3 passos. Confira:

Verifique as condições e certifique-se de que você pode receber o benefício.

Faça a solicitação do benefício. Para isso, você pode se dirigir até uma SRTE, um SINE, uma agência credenciada da Caixa Econômica Federal ou outros postos credenciados pelo Ministério do Trabalho. Leve com você os documentos necessários: RG, CPF, CTPS, PIS/PASEP, requerimento de Seguro Desemprego ou comunicação de dispensa do empregador, termo de rescisão do contrato de trabalho e extratos do FGTS.

Para quem tem conta poupança ou conta Caixa Fácil da Caixa Econômica Federal, o benefício é depositado automaticamente. Caso contrário, você pode retirá-lo em qualquer lotérica ou agência da Caixa Econômica.

Tabela Seguro Desemprego 2021

A Tabela Seguro Desemprego 2021 ainda não foi divulgada. Como já estamos no final do ano, acreditamos que, em breve, ela estará disponível. Atualizaremos esse post assim que isso acontecer.

Por enquanto, você pode conferir a tabela atual (2015) logo abaixo.

Conheça o órgão que fiscaliza o trânsito no Brasil

Para facilitar o controle e fiscalização do trânsito pelo Brasil, já que é um país muito extenso em termos de área, o Governo decidiu dividir essas funções em jurisdições, neste caso, cada Estado é responsável pela legislação e as formas de atuação desta em sua jurisdição.

O órgão que foi designado para tal missão é o Departamento Estadual de Trânsito, popularmente conhecido como DETRAN, que é um órgão do Poder Executivo e que geralmente possui um regime de Autarquia e autonomia financeira. Tal preceito é permitido através da constituição Federal de 88, onde prevê a criação de autarquias de administração indireta, mas sempre sob supervisão das administrações diretas.

Se você irá adquirir um carro deve levar em consideração os impostos cobrados dos proprietários, como por exemplo o DPVAT 2021 Paraná.

No Amazonas, extenso estado da Região Norte do país, o órgão responsável pelo controle e fiscalização dos constituintes do trânsito é o DETRAN-AM. A missão principal deste departamento envolve cumprir e fazer cumprir a legislação de trânsito de uma forma geral, controlar o processo de formação de condutores e de todas as documentações que envolvam os veículos do Estado, além de promover a educação para o Trânsito, tanto dos condutores quanto de pedestres, tendo como principal objetivo um trânsito mais seguro, pacifico e harmônico, tendo em vista que a maioria dos acidentes vem devido à falta de conscientização e educação, acidentes que poderiam ser possivelmente evitados.

Em sua grande estrutura, Detran Amazonas conta com vários postos de atendimento avançado espalhados por diversas cidades ao longo do Estado, além de contar também com as populares CIRETRANS e os postos que possuem convênio com o Departamento, como os despachantes que cuidam da documentação dos veículos registrados no Estado.

A sede do departamento se encontra no endereço localizado na Rua Recife, número 1800, no bairro Nossa Senhora das Graças, na capital do estado Manaus. O horário de funcionamento e de Atendimento ao Público vai das 8hs às 14hs. O Departamento de Trânsito do Amazonas possui uma facilidade muito grande para estabelecer contato.

Por telefone, para falar com a ouvidoria do departamento basta discar (92) 3642-4034, e para falar com o disque DETRAN basta discar 154 ou (92) 3642-3355. Pela Internet o contato ainda é mais rápido e fácil. Além do e-mail da ouvidoria, que é ouvidoria@detran.am.gov.br, o cidadão poderá acessar informações e praticar consultas pelo site do departamento, onde para acessá-lo, basta acessar o endereço eletrônico www.detran.am.gov.br.

O estado de documentação e informações sobre veículos são facilmente encontradas e respondida através do site. Informações sobre IPVA, DPVAT e Licenciamentos também podem ser encontradas no site. Quem se preocupar no custo, saiba que a consulta feita através da Internet não tem custo.