Divulgada as datas para o saque do benefício social a famílias carentes

Após visualizar o valor disponível no saldo Bolsa Família 2020, o cidadão beneficiário poderá passar ao próximo passo, que será descobrir como proceder para sacar o pagamento do Bolsa Família e começar a usufruir deste benefício tão importante.

Por serem em sua grande maioria pessoas mais simples, é mais comum do que se possa imaginar que algumas destas pessoas beneficiadas apresentem algum tipo de dificuldade no momento de sacar o pagamento do Bolsa Família.

No entanto, o procedimento para realizar este saque é dos mais simples que há, sendo necessário que o cidadão esteja com o Cartão Bolsa Família e sua respectiva senha de acesso em mãos, ou com o Cartão Cidadão e sua respectiva senha.

Bastará ao cidadão se dirigir até uma agência da Caixa Econômica Federal ou até uma casa lotérica portando também um documento de identidade com foto para a identificação e solicitar o saque do valor disponível.

Caso o cidadão não tenha nenhum destes cartões em mãos, haverá a possibilidade de realizar o saque, mas o procedimento será um pouco diferente. O saque do Bolsa Família só poderá ser feito diretamente em uma agência da Caixa, com a apresentação de documento com foto, no atendimento.

Calendário Bolsa Família 2020

E fundamental para que o cidadão possa sacar o benefício do programa será visualizar o calendário de pagamento do Bolsa Família, que irá determinar as datas para que os saques possam ser efetuados.

Estas datas são determinadas de acordo com o último dígito do cartão do programa, e será fundamental acompanhá-las atentamente, para não correr o risco de perder o prazo para saque do valor.

Uma tabela listando todas as datas estará disponível e o cidadão deverá procurar pelo calendário de pagamento do Bolsa Família na internet, no próprio site da Caixa Econômica Federal, ou em outros sites de informações relacionadas.

A lista apontará as datas de pagamento seguindo a ordem no número de final 1 até o número de final 0 (zero), passando um por um, e ao cidadão será fundamental que esteja atento para não perder o prazo.

Quem tem acesso ao Bolsa Família são famílias cuja renda familiar por pessoa não passe dos 170 reais por mês, sendo necessário que realizar a inscrição no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal, entre outras coisas.

Caso a família tenha crianças de 0 a 7 anos de idade, a carteirinha de vacinação deverá estar atualizada com todas as vacinas obrigatórias, e será obrigatório que estas crianças mantenham frequência escolar mínima de 85% de comparecimento.

Condições de Financiamento Estudantil Universitário

Neste artigo vamos falar sobre o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e as formas e condições que o interessado terá para financiar o valor pago mensalmente referente aos estudos para o curso superior. Conheça cada detalhe e tire suas dúvidas sobre o Fies.

Financiamento do Fies

Mas antes vamos falar sobre o que é o Fies. Você já deve ter ouvido falar, mas caso tenha dúvidas, continue lendo. O Fies é um programa do Ministério da Educação voltado a atender o financiamento da graduação na educação superior de alunos matriculados em instituições não gratuitas. Podem recorrer ao financiamento os universitários matriculados em cursos superiores que tenham avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação.

No ano de 2010 as inscrições FIES passou por mudanças e acabou por ter um novo funcionamento. O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) passou a ser o Agente Operador do Programa, fazendo com que os juros caíssem para 3,4% ao ano. Além disso, passou a ser permitido ao universitário requerer o financiamento em qualquer período do ano.

Condições de financiamento

O Fies é dividido por fases de pagamento para os contratos firmados a partir deste ano, conheça cada uma delas agora:

  • Fase de utilização: Enquanto os estudantes estiverem fazendo o curso, ele deve pagar, a cada três meses, o valor máximo de R$ 50,00, referente ao pagamento de juros incidentes sobre o financiamento.
  • Fase de carência: Depois da conclusão do curso, o aluno terá 18 meses de carência para recompor seu orçamento. Nesse tempo, ele deve pagar, a cada três meses, o valor máximo de R$ 50,00, referente ao pagamento de juros incidentes sobre o financiamento.
  • Fase de amortização: Finalizado o tempo de carência, o saldo devedor do estudante será parcelado em até três vezes o período financiado do curso, somado de 12 meses.

Financiamento para Fies

Para ficar mais claro, confira um exemplo de simulação real: Um aluno que financiou todo o curso com duração de 4 anos, vai seguir a seguinte dinâmica: no decorrer do curso ele pagará a cada três meses até R$ 50,00.

Depois, na fase de carência, ele tem 18 meses após a conclusão do curso, para pagar a cada três meses, o valor máximo de R$ 50,00. Já na última fase, conhecida como amortização, ele, ao fim da carência, tem o saldo devedor dividido em até 13 anos [3 x 4 anos (período financiado do curso) + 12 meses].

Veja qual a melhor opção de financiamento estudantil para você

Começar o seu curso superior não é mais tão difícil, isto porque existem iniciativas que podem auxiliar você a conquistar o seu diploma. No caso de quem vai optar pelo financiamento estudantil, há duas opções: o FIES e o Pravaler.

Mas afinal, qual a melhor opção para você? Para entender melhor como os programas funcionam e decidir por qual você vai optar, leia o texto a seguir.

O que é o FIES?

O FIES é a sigla para o Fundo de Financiamento Estudantil. Este programa foi criado há alguns anos pelo Governo Federal e pelo Ministério da Educação (MEC) para financiar a graduação dos jovens e adultos de baixa renda. O FIES já auxiliou muitas pessoas a conquistaram seu diploma em um curso superior na modalidade presencial.

O que é o Pravaler?

O Pravaler é um programa de crédito estudantil que financia parcialmente ou integralmente as mensalidades para o seu curso superior. O programa é um financiamento privado e já beneficiou mais de cem mil jovens, ajudando na conquista do diploma com a sua inciativa em instituições particulares.

Quais as principais diferenças entre os programas?

Apesar de parecer que estes financiamentos são iguais, existem muitas diferenças entre eles. Para escolher qual a melhor opção para você, entenda melhor o funcionamento de ambos. Veja a seguir:

Inscrição

A inscrição do FIES é realizada através do SisFies. Apenas os estudantes de baixa renda podem solicitar e é preciso ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio para isto. Depois da inscrição, o estudante deve aguardar a avaliação do pedido, para então assinar o contrato e ir até o banco para fechar o financiamento.

A inscrição do Pravaler também é através da plataforma digital. Os valores e termos ficam disponíveis no site, e todos os dados informados são de responsabilidade do aluno. Você pode fazer a simulação do financiamento antes de contratar.

Regras de permanência

Além das regras do Fies para a inscrição do aluno, existem as regras para a permanência no programa. É preciso cumprir com pagamentos trimestrais, realizar o aditamento e ter uma grande porcentagem de aproveitamento do curso.

Para o Pravaler, é fundamental que o aluno mantenha seus dados no site sempre atualizados e cumpra com o financiamento que foi combinado, seja parcial ou integral.

Melhor opção

Como mencionado, o FIES é administrado pelo poder público: o Governo Federal junto ao Ministério da Educação. Enquanto isso, o Pravaler parte de iniciativa privada, pelo IDEAL INVEST S.A.

Ambos os programas são boas opções para você realizar o seu curso de nível superior, mas é preciso simular o financiamento de ambos para saber qual se encaixa melhor no seu bolso!

Educação à Distância

Nos dias atuais o mercado de trabalho vem exigindo cada vez mais que os profissionais sejam qualificados, ou seja, tenham estudado para exercer uma determinada função, para que assim os serviços sejam realizados com bases teóricas e práticas já adquiridas e provadas, com maior possibilidade de acerto e maior qualidade.

Fazer um curso de nível superior requer disponibilidade de tempo para frequentar a instituição de ensino, para estudar os conteúdos trabalhados em sala e recursos monetários para arcar com as mensalidades ou mesmo (em caso de cursar em uma entidade pública de ensino), para comprar livros e materiais requisitados pelo curso, fatores que muitas vezes tornam difícil ou até mesmo impossibilitado o acesso a eles.

Justamente com a finalidade de facilitar o acesso aos cursos profissionalizantes e de nível superior é que surgiu a Educação à Distância.

Para que você possa cursar um curso superior, seja ele presencial ou a distância, é preciso já ter concluído o ensino fundamental e médio, caso você não tenha o diploma, pode adquiri-lo por meio da prova do Encceja, que acontece todos os anos e é realizada por diversos estudantes.

Por meio da Página do Participante Encceja você poderá realizar a sua inscrição e ter todas as informações necessárias sobre o programa, inclusive a divulgação do resultado, sendo assim, fique atento!

Sobre a Educação à Distância

Com uma carga horária inferior à carga da educação presencial, em geral exigem presença uma vez por semana na sede ou representante da instituição, sendo todo o conteúdo trabalhado via internet, de maneira a facilitar a combinação entre os estudos e outros afazeres.

Sem a necessidade de sair de casa, o estudante encontra todo o apoio necessário para aprender, nos próprios materiais fornecidos via online como livros, vídeos, slides, etc.

Além de pouparem o tempo de deslocamento até a instituição e de permanência nele diariamente, a educação a longa distância ainda oferece melhores condições de pagamento, sendo que podem sair até pela metade do preço de um curso em instituição presencial privada, havendo ainda as possibilidades de bolsas, descontos e também os cursos à longa distância já oferecidos por instituições públicas de ensino.

Cursos EAD

São muitos os tipos de Cursos EAD oferecidos atualmente, como os cursos de ensino fundamental e médio, os de aperfeiçoamento, capacitação, extensão, graduação e pós-graduação, profissionalizantes e técnicos, sendo que esses são oferecidos das seguintes maneiras:

Curso de estudos independentes, sem acompanhamento profissional, a pessoa tem o acesso ao material do curso e ao material de apoio, estuda e realiza as avaliações e trabalhos sem a presença de um professor.

Cursos online dados em uma hora específica, onde alunos de qualquer região interagem durante as aulas onlines.

A educação à distância tem sido cada vez mais procurada por suas facilidades se adequarem ao corre-corre do dia a dia. Podemos citar como os cursos à distância mais procurados no Brasil os seguintes cursos de graduação:

Cursos de Graduação Mais Procurados

  • Psicologia

Curso que estuda o comportamento humano, suas ações e emoções, a mente e o corpo são estudados de forma integrada. A função do psicólogo é ajudar os pacientes a resolver seus conflitos.

  • Letras

Curso que estuda as variações linguísticas da língua portuguesa e outros cursos como inglês e espanhol, além de capacitar o futuro profissional a desvendar os mistérios das literaturas referentes a essas línguas analisando-as por diversos ângulos.

  • Administração

Forma profissionais capacitados para administrar empresas ou trabalhar nos setores referentes à administração.

  • Pedagogia

Curso que forma profissionais capacitados para atuar na educação infantil, ensinando técnicas e meios pedagógicos de passar informações às crianças.

Cursos Técnicos mais procurados

  • Técnico em informática

Forma programadores com noções de manutenção de computadores.

  • Técnico em Eletrônica

Capacita para a manutenção, instalação e projeção de equipamentos eletrônicos.

Temos também os cursos profissionalizantes como os de Corte e Costura, Cabeleireiro, Auxiliar Administrativo, Bijuterias, Contabilidade e Marketing, Propaganda, etc.

Com cursos de qualidade e praticidade, o sistema de educação à longa distância oferece uma oportunidade de formação profissional abrindo as portas do mercado de trabalho.

Saiba como consultar o saldo do INSS Online

Consulta INSS 2020 – Uma das maiores autarquias do Brasil, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) tem como objetivo resolver todos os assuntos que englobam a providência social, saúde e assistência social. O pagamento do INSS poderá ser realizado em mais de 1500 agências credenciadas por todo o País.

Mas, após verificar a tabela INSS 2020 de pagamento e o calendário, você ainda poderá conferir também o valor do INSS que será pago. A consulta permite você descobrir qual é este valor. Entre todas as ferramentas presentes no site para diversas consultas, o extrato de consulta INSS online é um deles.

Consulta INSS 2020

A consulta do INSS pela internet poderá ser feito seguindo os passos abaixo:

  1. Acesse o site do INSS www.previdencia.gov.br;
  2. Nome do benefício;
  3. Data de Nascimento;
  4. Nome do Beneficiário;
  5. Número do CPF;
  6. Digite os caracteres no campo ao lado;

Através da consulta INSS 2020 o beneficiado poderá acompanhar a sua situação junto a previdência mensalmente. Saber quais foram os pagamentos realizados e se há algum benefício a ser pago ainda. Além disso, no site é possível tirar todas as dúvidas e entrar em contato casa deseja realizar alguma reclamação.

Aqui é importante informar o número do benefício, sem pontos ou barra. A data de nascimento do beneficiado, contendo quadro algarismo no ano, por exemplo, 02/06/1982. Além disso, é necessário informar também o nome do beneficiado e o número do CPF. É importante que para realizar a consulta INSS, todos os dados sejam informados de forma correta e verídica para que a mesma possa ocorrer de forma correta.

Extrato INSS 2020

O Extrato INSS 2020 que poderá ser visualizado ou impresso, conforme a preferência do beneficiado, você também poderá encontrar diversas informações sobre outros benefícios INSS, como o calendário de pagamento e a tabela que mostra como são realizados os cálculos.

Consulta INSS 2020

O extrato do INSS 2020 também poderá ser realizado nas agências credenciadas da Providência, como as agências da Caixa Econômica Federal, por exemplo. Nos terminais de autoatendimento, o beneficiado precisa procurar um atendente e ao informar que deseja consultar o extrato de pagamento, é preciso ter em mãos o número do benefício e documentos pessoais, principalmente o CPF.

Secretaria da Educação oferta Pronatec no sistema prisional pela primeira vez

Atenção moradores de Campina Grande interessados em cursos gratuitos do Pronatec saibam que o IFPB, UFCG, SENAT, SENAC, SESI, SEST e SENAI de Campina Grande estão oferecendo cursos gratuitos por meio do PRONATEC 2020 em diversas áreas os interessados devem comparecer diretamente no SINE, portando os documentos pessoais para realizar a inscrição.

Os cursos oferecidos são absolutamente gratuitos e os alunos recebem 10 reais por dia como auxílio para a condução. Oportunidade exclusiva para quem está disposto a ter uma profissão e dar uma direção em sua carreira profissional. Saiba que os cursos são oferecidos pelo PRONATEC programa que tem ajudado milhares de jovens no mercado de trabalho.

Para se inscrever nesse projeto do governo federal os interessados devem atender aos seguintes requisitos : Pertencer à família de baixa renda no qual o salário não pode ultrapassar de dois salários mínimos, podem se inscrever pessoas empregadas e desempregada estudantes de escola pública e pessoas que fazem parte de programa social do governo como o bolsa família entre os outros benefícios disponíveis.

O PRONATEC é um programa que auxilia no desenvolvimento profissional em diversas modalidades de ensino, como o PRONATEC bolsa formação direcionado para estudante e trabalhador, PRONATEC Jovem, PRONATEC Campo, PRONATEC Brasil sem miséria, MedioTEC dentre outras modalidades de ensino no qual o detalhamento completo encontra-se no site do PRONATEC.

Caros leitores para quem ainda não está familiarizado com as siglas, abaixo está a descrição de cada uma é importante ter essa informação para saber exatamente qual ramo de atividade as instituições de ensino estão classificadas.

  • SEST – Serviço Social do Transporte.
  • UFCG – Universidade Federal de Campina Grande.
  • IFPB – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba.
  • SENAT – Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte.
  • SENAI – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial.
  • SENAC – Serviço Nacional de Aprendizagem comercial.

Cursos disponíveis nas áreas administrativas são curso de Auxiliar de pessoal, Auxiliar de RH e Administrativo. Cursos nas áreas operacionais Desenhista mecânico, Almoxarife, Cozinheiro, Auxiliar de cozinheiro, Salgadeiro, Auxiliar de confeiteiro, Auxiliar de cozinha, curso Cabeleireiro gratuito em Campina Grande, vendedor, Churrasqueiro e Pizzaiolo.

Curso na área de atendimento Recepcionista e Operador de telemarketing, além desses cursos tem muitos outros, compareça no SINE e verifique todos os cursos disponíveis.

Endereço para inscrição: Rua Afonso Campos 147, Centro de Campina Grande.

Informações para os proprietários de veículos automotores do Rio de Janeiro

Cidadãos que moram no Rio de Janeiro e que sejam proprietários de veículos automotores devem se programar para realizar o pagamento do IPVA 2020 RJ. Existem alguns casos especiais em que ocorre a isenção do pagamento do IPVA 2020.

Como nós dissemos, existem alguns veículos que recebem a isenção do pagamento do IPVA 2019 RJ, ou seja, não são obrigados a pagar por esse imposto para poderem circular. Veja se você está inserido em algum desses casos:

Isenção do IPVA RJ

Como nós dissemos, existem alguns veículos que recebem a isenção do pagamento do IPVA 2020 RJ, ou seja, não são obrigados a pagar por esse imposto para poderem circular.

Veja se você está inserido em algum desses casos:

  • Veículos utilizados para o transporte de passageiros mediante cobrança como o táxi;
  • Ônibus utilizados para o transporte urbano ou rodoviário de passageiros;
  • Veículos adaptados para o transporte de pessoas com deficiência física ou autistas;
  • Veículos utilizados para socorrer pessoas doentes ou acidentadas (nesta categoria estão inclusos as ambulâncias e os resgates);
  • Situações em que o veículo sofreu perda total por sinistro ou furto;
  • Veículos que pertençam exclusivamente ao Distrito Federal, Estados, Autarquias e União e Municípios;
  • Veículos pertencentes aos templos religiosos de qualquer crença;
  • Veículos de partidos políticos;
  • Veículos como ônibus e micro-ônibus que são utilizados para o transporte escolar ou turístico e que sejam cadastrados nos órgãos competentes;
  • Veículos que pertençam às instituições sociais ou educacionais sem fins lucrativos;
  • Tratores e outros veículos utilizados em serviços de terraplanagem;
  • Todos os veículos que tenham sido fabricados há mais de 15 anos;
  • Veículos utilizados pelos bombeiros no combate a incêndio.

Consulta e Emissão da Guia de Pagamento

Não fique preocupado caso tenha perdido a sua guia de pagamento, ela poderá ser emitida pela internet quando você precisar, basta apenas seguir alguns passos. Veja abaixo quais são eles:

  • Acesse essa página;
  • Clique na opção “IPVA”;
  • Em seguida, digite o número do RENAVAM e da placa do seu veículo.

Depois que você emitiu a sua guia de pagamento, é necessário pagá-la em qualquer banco conveniado ou seus correspondentes bancários. Veja quais são:

  • Banco do Brasil
  • Caixa Econômica Federal
  • Bancoob
  • Itaú
  • Banco da Amazônia
  • Bradesco

Valor e Calendário de Pagamento

O valor do IPVA 2020 RJ é determinado por dois fatores: o valor venal do veículo e a alíquota (porcentagem) determinada pelo estado.

Veja quais foram as alíquotas em 2020:

  • 1,25%: veículos terrestres que transportam passageiros ou cargas como caminhões, tratores, ônibus, micro-ônibus e cavalos mecânicos;
  • 2%: veículos aquáticos e aéreos;
  • 2,5%: veículos, camionetas e motocicletas com motor de até 100 HP;
  • 3%: veículos, camionetas e motocicletas com motor de mais de 100 HP.

Assim que as alíquotas de 2020 forem divulgadas, atualizaremos essa matéria.

O calendário do IPVA do Rio de Janeiro para 2020 ainda não foi divulgado também, mas você poderá conferir o do ano de 2020 logo abaixo.

Em 2018, quem pagou em parcela única teve 10% de desconto. Quem optou pelo parcelamento pode dividir em até 4x e não teve desconto.

Programa Universidade para Todos bate novo recorde com 1.032.873 candidatos

Disputa geral no Prouni 2019 fica com 6,3 candidatos por vaga. Concorrência foi muito menor do que no Sisu

A previsão do Blog do Prouni, de que o número de candidatos iria crescer ainda mais no Prouni 2019 está confirmada. À meia-noite de segunda-feira, dia 21 de janeiro, o sistema fechou com 1.032.873 candidatos que vão passar dias de ansiedade até sair o resultado da primeira chamada no dia 24 de janeiro. Só na última hora de inscrições foram 23 mil novos candidatos.

O estado que mais colocou candidatos na lista de inscrições foi São Paulo, com 187.489 inscrições, ficando Minas Gerais e Rio de Janeiro no segundo e terceiro lugar, com 141.839, e 75.935 candidatos, respectivamente. Conquistar uma bolsa pelo Prouni 2019 será mais fácil para os candidatos do que vencer a disputa por uma vaga no Sisu. Na disputa por ampla concorrência a média geral foi de 9 candidatos por vaga no Sisu. Já a disputa nas cotas foi bem mais apertada, com praticamente 50 candidatos por vaga.

23,3% das bolsas do Prouni 2019 foram para educação a distância

Um fator importante no Sisu 2019 é a oferta de 23,3% das bolsas de estudo para cursos de graduação oferecidos pela modalidade da educação a distância. Dentre as 162.329 bolsas do Prouni 2019 estão colocadas para cursos a distância 37.783.

A educação a distância é a forma de ensino que mais cresceu no Brasil nos últimos anos, superando em termos percentuais o crescimento de alunos nos cursos presenciais tradicionais. E, nas provas do ENADE, exame que mede a qualidade de saída do estudante do ensino superior, os alunos a distância estão se saindo até melhor do que os colegas do ensino presencial. A mensalidade nos cursos a distância é 50% menor do que nos cursos presenciais. E, mesmo assim, é importante conquistar uma bolsa para quem precisa.

Agora, é suspense, tensão e expectativa até o dia do resultado do Prouni 2019.

Calendário Prouni 2019

  • 17/01 a 21/01 – Período de inscrições
  • 24/01 – Resultado da 1ª chamada
  • 24/01 a 31/01 – Comprovação de informações – 1ª chamada
  • 08/02 – Resultado da 2ª chamada
  • 08/02 a 19/02 – Comprovação de informações – 2ª chamada
  • 24/02 e 25/02 – Prazo para participar da Lista de Espera
  • 28/02 – 1ª convocação dos candidatos em lista de espera pelas instituições
  • 28/02 a 05/03 – Comprovação de informações – 1ª convocação lista de espera
  • 08/03 – 2ª convocação dos candidatos em lista de espera pelas instituições
  • 08/03 a 13/03 – Comprovação de informações – 2ª convocação lista de espera

Alteração em recebimento de benefícios para o trabalhador

Se você chegou até aqui, provavelmente está em busca da Tabela Seguro Desemprego 2019. Se você está em busca dessa tabela, provavelmente sabe que, recentemente, houve alterações para o recebimento desse benefício. A nova lei não afeta diretamente a Tabela Seguro Desemprego 2019, mas os trabalhadores devem ficar atentos.

Tabela Seguro Desemprego 2019

O Seguro Desemprego é uma assistência que visa beneficiar temporariamente todos os trabalhadores desempregados. Ele é considerado um dos direitos mais importantes do trabalhador brasileiro já que oferece auxílio em dinheiro por determinado período. Esse benefício é pago de 3 a 5 parcelas contínua ou alternadamente.

Através da Tabela Seguro Desemprego 2019, você pode calcular o valor do seu benefício de acordo com a sua faixa salarial.

Antes de falar sobre a Tabela Seguro Desemprego 2019, vamos abordar alguns outros aspectos importantes sobre o benefício: as mudanças na lei, quem tem direito a ele e como receber.

Tabela Seguro Desemprego 2019: Mudanças na Lei

Recentes mudanças na Lei do Seguro Desemprego determinaram um novo tempo mínimo de permanência no emprego para garantir o direito de receber o benefício.

Antes, para receber o benefício, o trabalhador tinha que trabalhar pelo menos por 6 meses no mesmo local. Agora, esse tempo mínimo subiu para 18 meses, ou seja, 1 ano e meio. Isso vale para a primeira solicitação. Já na segunda, o tempo mínimo cai para 12 meses, ou seja, 1 ano. Na terceira, cai para 6 meses.

Tabela Seguro Desemprego 2019: Quem Pode Receber?

Confira, na lista a seguir, quem tem direito a receber o Seguro Desemprego:

Trabalhadores formais e domésticos dispensados de seus postos sem justa causa

Trabalhadores formais que tenham seu contrato de trabalho suspenso para participar de cursos ou programas de qualificação profissional oferecidos pelo seu empregador

Pescadores profissionais em período de defeso (quando a pesca é proibida)

Trabalhadores resgatados da condição de escravidão

Tabela Seguro Desemprego 2019: Condições Para Recebimento

Se você quer conferir outras informações sobre as condições para recebimento do Seguro Desemprego, pode consultar esse arquivo disponibilizado pela Caixa Econômica Federal.

Nesse arquivo, você pode conhecer todas as condições com mais detalhes.

Tabela Seguro Desemprego 2019: Como Receber?

Receber o Seguro Desemprego é muito fácil. Você pode ter acesso ao seu benefício em apenas 3 passos. Confira:

Verifique as condições e certifique-se de que você pode receber o benefício.

Faça a solicitação do benefício. Para isso, você pode se dirigir até uma SRTE, um SINE, uma agência credenciada da Caixa Econômica Federal ou outros postos credenciados pelo Ministério do Trabalho. Leve com você os documentos necessários: RG, CPF, CTPS, PIS/PASEP, requerimento de Seguro Desemprego ou comunicação de dispensa do empregador, termo de rescisão do contrato de trabalho e extratos do FGTS.

Para quem tem conta poupança ou conta Caixa Fácil da Caixa Econômica Federal, o benefício é depositado automaticamente. Caso contrário, você pode retirá-lo em qualquer lotérica ou agência da Caixa Econômica.

Tabela Seguro Desemprego 2019

A Tabela Seguro Desemprego 2019 ainda não foi divulgada. Como já estamos no final do ano, acreditamos que, em breve, ela estará disponível. Atualizaremos esse post assim que isso acontecer.

Por enquanto, você pode conferir a tabela atual (2015) logo abaixo.

Giro Rapido

Curitiba

Finalizando o tour pelo sul do Brasil, o 17º EDTED aterrissa na capital paranaense. Com a grade de palestrantes fechada, a Sescom desembarca neste sábado em Curitiba com a promessa de ótimas palestras e muito network.

Para esta edição, a Sescom escolheu um time campeão de palestrantes, que  debaterão sobre direitos em um conceito mais amplo, colocando em pauta assuntos como: cases de sucesso, ganhos de causa, direito do cidadão, benefícios e muito mais.

Nordeste

EDTED fez uma pequena parada estratégica. Mas isso tem um lado bom pois, é hora de respirar e se recuperar do intenso ritmo, quase que quinzenal, em que o EDTED vinha.

E depois, o pessoal do nordeste pode se preparar, o EDTED regressará com força total, levando, como sempre, os melhores palestrantes com o melhor conteúdo para o nosso público.

Portanto, fiquem atentos: dia 29/09 o EDTED desembarcará em Fortaleza para estrear a região Nordeste em grande estilo! Nos vemos lá e, enquanto isso, acompanhem a fan page do WOB.

Fortaleza

E, para a edição de Fortaleza, que acontecerá no Hotel Iracema Travel, a Sescom convidou um time campeão.

Garanta logo sua participação e aproveite o valor promocional!

Porto Alegre

Com pequenas mudanças, o EDTED Porto Alegre fechou sua grade de palestrantes e já está de malas prontas para a capital gaúcha.

Saiba como migrar seus direitos para o mundo virtual, aumente sua taxa de ganhos, elabore seu processe, mensure o retorno sobre investimento (ROI), tudo sobre benefícios e muito mais!

Porém, estamos fechando o ciclo e finalizando mais uma edição do EDTED.

E é com orgulho que encerraremos o 17º EDTED em Recife, cidade com pessoas antenadas, que sempre recebem a Sescom muito bem.

E, para nos despedirmos de 2012, preparamos uma programação especial.

Não perca tempo e inscreva-se agora. É a sua última chance de ir no evento com o melhor dos direitos, benefícios e impostos.